Lúcia Fidalgo participa de dois eventos com o objetivo de levar literatura à população

Uma história bem contada mostra o quanto as fantasias do mundo podem transformar para melhor a vida real é nisso que a autora, arte-educadora e contadora de histórias Lúcia Fidalgo acredita e propaga. Nos dias 23 e 24 de junho, a autora participou de dois eventos: o Arte Natural e o 3o Salão de Leitura de Niterói.

No evento Arte Natural, Lúcia fez um trabalho de contação de histórias com crianças em três apresentações. “A ideia foi despertar nas pessoas, de todas as idades, o sabor de uma boa leitura através da literatura oral”, recorda.

Já no 3o Salão de Leitura de Niterói, ela fez um trabalho como autora falando de leitura. E explica que é fundamental promover eventos que levem o universo literário para toda a cidade. “A leitura está presente na vida de todos nós. O que acontece é que algumas pessoas não percebem esse fato”, relata. “Lemos a todos os instantes as pessoas, as cidades, nossos sentimentos.”

De acordo com Lúcia, eventos como esses propõem o entendimento da leitura como um conjunto de coisas presentes na nossa vida. “Ler é descobrir sentido, que surge a partir da palavra que me inspira, me dirige e também me cega, mas me faz completo. Assim eu me leio e me inscrevo no mundo”, salienta.

Para a autora, o que mais chamou a atenção em ambos os eventos, foi a intensa participação do público. “É gratificante acompanhar a formação de uma plateia que vem se constituindo com qualidade e exigência”, diz. Outro ponto que chamou atenção, segundo ela, foi a qualidade e a escolha dos profissionais envolvidos. “Quando participamos de eventos assim, nos damos conta de como é importante uma assessoria pedagógica, artística e cultural de qualidade”, finaliza.