João Carlos Marinho completa 80 anos! Relembre a trajetória de sucesso do autor

Durante o curso de Direito na USP, João Carlos Marinho esteve presente na política universitária, foi redator chefe do Boletim do Centro Acadêmico XI e também escreveu para o Jornal da União dos Estudantes Universitários. Fez estágio em um escritório trabalhista e chegou a dar assistência jurídica a sindicatos. Era um excelente currículo para um estudante. Porém, no fundo do seu peito ainda guardava o sonho de ser escritor. Um sonho que nutria desde pequeno, época em que vivia em Santos e escrevia pequenas histórias em caderno espiral para mostrar aos amigos e familiares.

Já com seu próprio escritório de advocacia, a contratação de um advogado quote_2assistente presenteou João Carlos com um tempo livre pela manhã, e fez com que pudesse reabrir aquele baú onde mantinha seu sonho de criança. Em casa, Marinho pôde criar as aventuras da Turma do Gordo, dando forma ao seu livro de estreia na literatura: O gênio do crime, que posteriormente conquistaria jovens leitores e atravessaria gerações, trazendo como um dos temas principais uma paixão nacional e também pessoal, o futebol. Mesmo durante o ensino médio na Suíça, não deixou de lado seu talento com a bola. Saiu do gol e foi para a frente, tornando-se capitão do time suíço por três anos.

quote_1A obra de estreia de João Carlos Marinho conta a história de uma fábrica de figurinhas que premia aqueles que conseguem completar o álbum. No entanto, uma fábrica clandestina começa a produzir e vender livremente os adesivos, inclusive os mais difíceis, causando uma grande procura pelos prêmios até esgotá-los totalmente. Aí entra em campo uma turma de amigos que se dispõe a tirar essa quadrilha do jogo. Edmundo, Pituca, Berenice e Bolacha já somam 13 aventuras, incluindo os grandes sucessos Sangue fresco, O caneco de prata e o mais recente O Fantasma da Alameda Santos. Histórias surpreendentes que até hoje encantam os mesmos leitores da primeira edição de O gênio do crime, provando que João Carlos Marinho é um autor atemporal, capaz de criar nos mais jovens a paixão pela leitura e resgatar nos mais velhos os bons tempos da infância.