Global Editora leva edições de Gilberto Freyre à Fliporto

A oitava edição da feira acontecerá entre os dias 15 e 18 de novembro e contará com várias atrações distribuídas em uma programação diversificada, com o objetivo de atender a todos os públicos. (Foto: Gustavo Tuna)

Um “movimento cultural permanente” – é assim que o curador da Fliporto – Festa Literária Internacional de Pernambuco, Antônio Campos, define a maior feira literária da cidade pernambucana. A oitava edição da feira acontecerá entre os dias 15 e 18 de novembro e contará com várias atrações distribuídas em uma programação diversificada, com o objetivo de atender a todos os públicos.

Na intensa programação preparada pela curadoria da Fliporto este ano, a Global Editora estará presente lançando dois livros: As melhores frases de Casa-Grande & Senzala e Talvez poesia, ambas obras do consagrado autor Gilberto Freyre.

No dia 18 de novembro, Fátima Quintas, a selecionadora do livro As melhores frases de Casa-Grande & Senzala, irá ministrar um bate-papo sobre o recém-lançado trabalho.

Richard Alves, diretor da Global Editora, explica que a participação da editora na feira, este ano, é muito positiva. “Estamos participando da consolidação ano a ano da Fliporto como uma das principais feiras no circuito e isso é muito importante para nós”, relata.

Programação

Este ano, os participantes poderão visitar a Casa do Livro Infantil e da Leitura em Olinda, que constitui um espaço permanente para ações de leitura e de formação de jovens leitores, bem como de valorização do livro e da criação literária para o público infantil e juvenil, localizado no coração da cidade histórica de Olinda.

Ecofliporto

Observando a crescente preocupação com relação às melhores práticas ambientais, pela segunda vez, a feira contará com o espaço Ecofliporto que acontece no Clube Atlântico, Sítio Histórico de Olinda, e tem como missão introduzir o tema “educação ambiental” para jovens e adultos. Este espaço contará com debates, oficinas, exposições, e, inclusive, espetáculos cênicos.

E-Porto Party

Pela primeira vez, a Fliporto terá a E-Porto Party – Feira do Livro Eletrônico, Inovação e Tecnologia em Educação no Nordeste, que também contará com exposições, mesas e oficinas voltadas para o debate do livro digital nas áreas propostas.

Cinefliporto

O Cinefliporto, em 2012, acompanha a homenagem que está sendo feita ao escritor e dramaturgo Nelson Rodrigues. Durante os dias em que acontecerá a feira, serão exibidas adaptações feitas para o cinema de peças e textos de um dos nomes mais instigantes do teatro brasileiro moderno.

Feira do Livro de Pernambuco

Campos, da Fliporto: “A Fliporto se singulariza entre as festas atualmente realizadas no país por insistir na riqueza da cultura e, sem distinções menores, nas suas raízes ibero-americanas”. (Foto: Leandro Lima)

Este ano, a Feira do Livro de Pernambuco chega à sua terceira edição completamente climatizada para oferecer mais conforto e tranquilidade aos seus visitantes. Mais de cem autores irão autografar no Salão de Autógrafos, e serão promovidos cerca de cinquenta encontros com escritores na Sala de Bate-Papo. As atividades da Feira serão iniciadas às 11h do dia 15 de novembro, primeiro dia da Fliporto.

 

Solar Sarau da Marquesa e Clube de Autores

Poesia, teatro e música se encontram na Festa Literária Internacional de Pernambuco. No local, escritores, atores e personalidades se encontram para realização de saraus e performances. O espaço, aberto ao público, funciona nos dias 16 e 17 de novembro, a partir das 16h.

Fliporto Gastronomia

A Fliporto Gastronomia envolverá dez restaurantes do Sítio Histórico de Olinda e proximidades. Os pratos foram denominados pelos chefs do circuito a partir de sugestões de Maria Lucia e Sonia Rodrigues, filhas do dramaturgo Nelson Rodrigues, dos próprios chefs, ou do coordenador do polo gastronômico, Eduardo Côrtes.

De acordo com o curador desta edição, a Festa Literária Internacional de Pernambuco tem estimulado, a cada edição, o encontro entre as várias artes. “A Fliporto se singulariza entre as festas atualmente realizadas no país por insistir na riqueza da cultura e, sem distinções menores, nas suas raízes ibero-americanas”. E finaliza: “Que a Fliporto seja para o público o que tem sido para mim: um porto de diálogos”.