Global Editora lança Ou isto ou aquilo, de Cecília Meireles

Dando continuidade à publicação das obras de Cecília Meireles, a Global Editora lança agora Ou isto ou aquilo, cuja primeira edição é de 1964. A publicação recebeu posição de destaque na literatura infantil brasileira, por ter imprimido sua marca na memória afetiva de várias gerações de leitores.

Clássico de Cecília Meireles é lançado pela Global Editora

Para Odilon Moraes, ilustrador de Ou isto ou aquilo, ilustrar uma obra de Cecília Meireles é uma oportunidade fantástica. “Realizar a reinterpretação de obras clássicas é a atividade que todo ilustrador quer”, enfatiza. “Sempre imagino como seria a minha versão de ilustração de obras que ganharam destaque na literatura brasileira e, quando tenho a oportunidade de fazê­?lo, é fantástico.”

Além do fato de ser uma obra de destaque, Odilon conta que adorou fazer a ilustração por causa de um detalhe bastante peculiar. “Esse livro da Cecília Meireles tem para mim um significado muito especial, pois além de ser um clássico, minha esposa fala que é o livro da vida dela”, conta.
Uma das coisas que mais chamaram a atenção do ilustrador nesta obra foi a questão da “escolha”, que Cecília deixa explícito. “Em alguns momentos ela brinca com os sons e possibilita que o leitor enxergue várias oportunidades de escolher entre ‘isto ou aquilo’.” E completa: “Esta não é uma obra somente para crianças, pois Cecília se revela. A obra já inicia com a maneira dela de ver a vida, sempre relacionada à questão da escolha”.

André Seffrin, crítico literário e ensaísta brasileiro, coordenador editorial das obras de Cecília para a Global, relata que é um grande desafio organizar a produção editorial da autora. “Contamos, é claro, com uma equipe grande empenhada no trabalho. E esse trabalho começa pela editora, pelo núcleo editorial, e por Alexandre Teixeira e Vânia Barra, da Solombra, pelos prefaciadores, ilustradores e selecionadores, um grupo unido que procura fazer o melhor em termos de qualidade textual e gráfica”, explica. Além disso, Seffrin afirma que é preciso sempre respeitar as prerrogativas do autor, isto é, publicar Cecília Meireles dentro das coordenadas que ela própria determinou. “Essa tarefa exige muito cuidado, esforço, humildade e uma vigilância sem fim.”

Seffrin ressalta que quem se aventurar pelas páginas das obras da poetisa terá tudo o que só é possível encontrar nos autores clássicos. “São de fato poucos os autores que se fixaram no essencial e com tanta intensidade, e disseram com tanta propriedade o que existe de certo e incerto na buliçosa paisagem humana.”

Veja abaixo a sinopse do livro Ou isto ou aquilo:

Originários do folclore, as cantigas de ninar, cantigas de roda, parlendas, trava­­­?línguas e adivinhas são formas de expressão muito próximas do mundo da criança e que possuem efeitos estéticos bastante sugestivos, criativos e lúdicos. Cecília Meireles, no livro Ou isto ou aquilo, faz uso desses recursos. “Brinca” com as palavras, explora a sonoridade, o ritmo, as rimas, as repetições, a musicalidade.

Rômulo rema no rio./ A romã dorme no ramo,/ a romã rubra. (E o céu.)/ O remo abre o rio./ O rio murmura./ A romã rubra dorme/ cheia de rubis. (E o céu.)/ Rômulo rema no rio.

A autora resgata também o universo infantil, permeado por perguntas imprevisíveis, monólogos, situações surpreendentes, comparações incomuns, presença da fantasia e da imaginação.

Dentre as obras de Cecília Meireles que já foram publicadas pela Global estão: Romanceiro da Inconfidência, ViagemOs pescadores e as suas filhas e Cecília Meireles – Crônicas para jovens.

Obras da autora lançadas pela Global Editora