Conheça a mais recente obra de Cecília Meireles que será publicada pela Global

Vaga musica“Publicada pela primeira vez em 1942, Vaga música ajuda a esclarecer o lugar especial ocupado por Cecília Meireles na literatura brasileira.” É assim que João César de Castro Rocha, professor de literatura comparada na UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro) e prefaciador de Vaga música define esta obra de uma das maiores poetisas brasileiras.

O professor explica que Cecília começou a marcar seu nome na literatura brasileira em meio à eclosão do modernismo de 1922. “No entanto, desde as primeiras publicações, ela se manteve deliberadamente alheia à necessidade de afirmar-se através da negação programática do passado”, analisa.

De acordo com o professor, a escrita do prefácio fez com que ele observasse alguns traços da obra dessa grande autora. “Cecília buscou renovar as fontes clássicas do lirismo luso-brasileiro, retomando, com raro domínio técnico, metros tradicionais, e revigorando, com sensibilidade contemporânea, formas como a canção, o terceto, o romance, entre outras”, explica Rocha.

Entre as características mais marcantes apresentadas pela autora em Vaga música, o professor destaca a presença marcante da música como elemento estrutural de sua poética; a capacidade de dar colorido moderno a modelos poéticos clássicos; o diálogo íntimo com a tradição lírica lusitana; e, sobretudo, a singularidade da poetisa, cuja dicção não tem paralelo no panorama da época.

Quem se aventurar pelas páginas do volume terá um encontro com os primeiros passos de uma das mais originais e relevantes vozes da moderna lírica brasileira. “Trata-se, assim, em alguma medida, de compreender o itinerário de Cecília Meireles desde seus primeiros momentos. Ao mesmo tempo, já em seus primeiros livros, a poetisa demonstrou um perfeito domínio do poema”, comenta.

Entre as poesias que compõe o livro, Rocha declara que foi marcado por várias delas. “Os versos de Cecília Meireles transcendem o tempo imediato, e nos projetam para o horizonte da experiência literária. Desse livro, por exemplo, posso citar várias poesias que me marcaram. Entre elas: ‘Canção quase inquieta’, ‘Lua adversa’, ‘Reinvenção’, ‘Partida’ e ‘Despedida’”.

Clique aqui para ver a sinopse do livro no site.

Conheça o perfil completo da autora e suas obras.