“Se for pra chorar que seja de alegria” na mídia