“Romanceiro da Inconfidência” na mídia