“Livro(s) do Desassossego” na mídia