“Hora de alimentar serpentes” na mídia