“Acerto de contas” na mídia