Vermelho amargo, de Bartolomeu Campos de Queirós

“É preciso muito bem esquecer para experimentar a alegria de novamente lembrar-se. Tantos pedaços de nós dormem num canto da memória, que a memória chega a esquecer-se deles. E a palavra – basta uma só palavra – é flecha para sangrar o abstrato morto. Há, contudo, dores que a palavra não esgota ao dizê-las.”

Uma das belezas do premiado romance de Bartolomeu Campos de Queirós é a construção dos sentimentos do personagem que narra a história, que é uma história de perda, saudade. Muitas vezes, por isso, esses sentimentos são doídos – eis o amargo. Há uma associação constante nas lembranças de infância desse narrador com tomates sendo cortados pela madrasta.

“A madrasta retalhava um tomate em fatias, assim finas, capaz de envenenar a todos. Era possível entrever o arroz branco do outro lado do tomate, tamanha a sua transparência. Com a saudade evaporando pelos olhos, eu insistia em justificar a economia que administrava seus gestos. Afiando a faca no cimento frio da pia, ela cortava o tomate vermelho, sanguíneo, maduro, como se degolase cada um de nós.”

Bartolomeu Campos de Queirós nasceu em 1944, em Pará de Minas, e passou a infância em Papagaio (MG). Começou a escrever quando estava exilado na França, na década de 1960, para aplacar a solidão. Em seus escritos – quando não são poesias, são prosas poéticas –, o “eu” aparece para um mundo ora amargo, ora esperançoso. Seu primeiro livro, O peixe e o pássaro (1971), surgiu neste contexto. Outro clássico do autor, Raul (1878), inspirado no poema “A Lua é do Raul”, de Cecília Meireles, explora a forma gráfica das palavras.

Vermelho amargo foi o último livro do autor publicado em vida. É mais autobiográfico, como outros sucessos do escritor: Ciganos, Indez e O olho de vidro do meu avô. Bartô, como era chamado pelos amigos, morreu no mesmo ano em que o livro venceria o Prêmio São Paulo de Literatura, em 2012.

***

Compre aqui:

Livraria Cultura: https://goo.gl/AZGpr1
Livraria da Travessa: https://goo.gl/lnSKzz
Amazon: https://goo.gl/0d648q
Martins Fontes: https://goo.gl/EGqDmB
Cia dos Livros: https://goo.gl/U1ozIZ