A saga de um super-herói brasileiro: Cândido Rondon

Normal que um militar fique na história entre ruínas e sangue – é da natureza dos exércitos. Mas não é o caso do Marechal Cândido Rondon, conforme nos conta outro gigante da história do Brasil, o etnólogo e educador Darcy Ribeiro, no livro que leva o nome e o sobrenome do herói: Cândido Mariano da Silva Rondon (Global Editora).

Logo nas primeiras páginas, Darcy Ribeiro apresenta Rondon e prontamente chega à grande expedição que de certa forma o define, tendo cruzado um pedaço inexplorado do Brasil, entre Mato Grosso e a Amazônia, para fazer todo o país se comunicar por linhas telegráficas. No caminho, nações indígenas que haviam sido exploradas e massacradas por algumas gerações e não ficavam nada contentes com a presença de “estrangeiros” em seus territórios, como os Nambikuara. Foi diante desse histórico de hostilidades que se afirmou a atitude pacifista do militar.

“Realmente vieram os ataques. Os índios que rodeavam e seguiam a tropa continuamente, procurando ocasião para hostilizá-la, acabaram atacando e ferindo mais de uma vez os expedicionários. Porém, a força moral de Rondon e de seus oficiais foi capaz de conter a tropa e evitar revides, mesmo quando ele próprio foi alvejado pelas flechas Nambikuara e os soldados e oficiais mais se agitaram, tentando rechaçar o ataque. A ordem foi mantida e a diretiva de Rondon ficou de pé: Morrer, se preciso for, matar nunca.

Essa atitude pacífica, aliada aos presentes que a Comissão [Rondon] vinha deixando em cada caminho de índios com que se deparava, nos ranchos de caça, ou arrumados em jiraus onde pudessem ser encontrados, acabaram por convencer os Nambikuara do ânimo amistoso dos expedicionários. Em 1910, o primeiro grupo se apresentou ao pessoal  da Comissão, sendo acolhido com todas as mostras de amizade e largamente presenteado com brindes especialmente destinados para essa eventualidade. Poucos meses depois todos os outros grupos se tinham confraternizado com a Comissão, apresentando-se às centenas, acompanhados de suas mulheres e filhos, em vários pontos da extensa região em que operava.”

Compre aqui: