Global reedita importante diário de campo de Darcy Ribeiro

Diários Índios, um dos últimos livros publicados por Darcy Ribeiro, é um instigante relato de seu amor pelos índios. Organizador do Museu do Índio e responsável pelo plano de criação do Parque Indígena do Xingu, o antropólogo conheceu como poucos a alma daqueles que habitavam o Brasil antes da chegada dos europeus.

Com uma linguagem fluente e de maneira bastante despretensiosa, o livro traz os registros de duas temporadas de Darcy Ribeiro entre os anos de 1949 e 1951 entre os Urubus-Kaapor, em plena região amazônica, além de aspectos cruciais sobre a economia dos Urubus-Kaapor, sua rica tradição oral, suas ligações com os elementos da natureza, suas relações de parentesco, suas práticas de caça, pesca e coleta, todo um sistema de valores, enfim, que  compunham os modos de vida deste importante grupo étnico.

De forma apaixonante, o antropólogo concebe suas observações como se estivesse relatando-as para sua companheira Berta Ribeiro, o que acaba por conferir ao texto um tom de correspondência, o qual atrai e aproxima o leitor. Assim, Darcy Ribeiro recompõe um universo de valores que nos apontam para formas de convivialidade distintas daquelas praticadas e conhecidas no mundo urbano.

Saiba mais no site da Global.